Saúde distribui 52 kit´s de combate a dengue para Agentes de Endemias e de Saúde

A prefeitura de São Simão, através da Secretaria Municipal de Saúde, efetuou na manhã desta quinta-feira, 17, a entrega para 52 agentes de Saúde e de Endemias, de um kit de combate a dengue. O ato aconteceu na Secretária de Saúde e contou com as presenças do secretário da pasta, José Fernandes Faria, da Coordenadora de Vigilância em Saúde, Michelle Santos Cortês, e dos Técnicos do CRECCE, Marli da Costa Cardoso e Biano Almeida Nogueira.

Cada agente recebeu uma camiseta manga longa, uma lanterna e um repelente, que vem para melhorar suas condições de trabalho, assegurando entre outras vantagens, a saúde destes trabalhadores, na maioria das vezes expostos ao clima na sua jornada diária.

Conforme a Coordenadora de Vigilância em Saúde, Michelle Santos Cortês, o material vem auxiliar no trabalho dos agentes e sua aquisição partiu de reivindicação da própria categoria. “Era um antigo pedido de nossos colaboradores, que agora se tornou uma realidade e demonstra a preocupação da administração municipal, com a saúde e bem estar de seus trabalhadores”, comentou.

Sobre o atual quadro da dengue no Município, Michelle informa que o município possui, até o momento, poucos casos notificados e nenhum confirmado. A Coordenadora aproveitou para alertar a população sobre os cuidados a serem tomados ao armazenar água, nesse período em que está ocorrendo um controle na distribuição. “Mesmo assim não relaxamos o estado de alerta e continuamos de prontidão contra o mosquito Aedes aegypti. Pedimos que, ao armazenar água que lave ao menos uma vez por semana o recipiente onde essa água está sendo guardada. Esses cuidados são necessários para não enfrentarmos, novamente, uma epidemia como a que tivemos ano passado, onde registramos mais de 1.500 casos notificados e confirmados da doença”, encerrou a Coordenadora.

Depois de receberem os kits, os agentes seguiram para o trabalho de inspeção no Residencial Cemig. Já foram vistoriados pelas equipes a Vila Bela, Popular, Centro e Jardim Liberdade.

As mobilizações, feitas em conjunto com os agentes comunitários de saúde e os agentes de combate de endemias, consiste no alerta à população sobre as medidas de combate aos vetores dessas quatro graves doenças.

O secretário José Fernandes informou que os agentes saem em campo na busca ativa aos mosquitos, lembrando as pessoas que, para eliminar os criadouros, é preciso evitar o acúmulo de água, o que pode ser feito cobrindo ou furando pneus, colocando areia nos vasos de plantas e mantendo as caixas d’água tampadas, entre outras iniciativas.

“Não adianta o governo fazer sua parte se a população não ajudar. É necessário ter consciência e evitar água parada e qualquer coisa que faça com que o mosquito se prolifere. Graças a Deus e ao trabalho de nossos agentes, esse ano ainda não teve nenhum caso confirmado de dengue, realidade bem diferente de janeiro de 2018, quando São Simão ocupou a primeira posição, no estado de Goiás, como o maior em casos de dengue, infestação e índice”, falou.

A Coordenadora Regional de Endemias, Marli da Costa Cardoso, parabenizou as equipes pelo esforço. “Analisando os dados, percebemos uma redução de casos no município, mas o índice de infestação do mosquito diminuiu, embora permaneça. Contamos com a colaboração da população e parabéns a toda equipe pelo planejamento estratégico”, disse.

Você pode gostar...