Representantes do Governo Federal visitam São Simão

Dando sequência a uma série de reuniões iniciadas em Brasília, na tarde desta quinta-feira (09/11) estiveram reunidos com o prefeito os representantes do Governo Federal, Valcedir Vicente Rosa, Gerente Regional da Superintendência Regional Sul de Goiás, Saulo Custódio da Silva, Gerente Executivo Caixa Econômica Federal – Governo Goiânia, Thiago Galvão Especialista em Politicas Públicas e Gestão Governamental do Ministério do Planejamento Desenvolvimento e Gestão, Rodrigo Teixeira, Grupo de Trabalho e Assessor de Estruturação de Concessões e Parcerias Público/Privadas Matriz Caixa Econômica Federal, Sra Lucimeire Bernardo Carrijo, Gerente Caixa Econômica Federal Agência Porto São Simão. Estavam presentes, também, o vice-prefeito Wallison José Freitas, secretário administração, Wilson Pimenta, da infraestrutura, Lourival Gomes Jardim, engenheira, Ádila Batista de Souza, controle interno, José Humberto de Oliveira, superintendente de Obras, Agustinho Maurício da Silva, onde os interlocutores na reunião apresentaram de forma ampla e transparente o processo da implantação de uma PPP – Parceria Pública Privada.

Com suporte do Governo Federal, a cidade de São Simão e mais 5 cidades em todo Brasil (Porto Alegre-RS, Terezina-PI, Juazeiro-BA, Uberaba-MG, Bauru-SP) foram escolhidas para que seja implantado um projeto piloto de saneamento básico com captação e distribuição de água, o descarte correto de esgoto, coleta e descarte de resíduos sólidos, seguindo as leis ambientais vigentes, tendo como suporte direto a Caixa Econômica Federal, o projeto também inclui gestão administrativa e operacional de captação e distribuição de todo sistema, tanto de água quanto de esgoto e de todo resíduo sólido produzido pela população.

É do conhecimento de todos que o município de São Simão enfrenta gravíssimos problemas na atual estrutura, tanto a captação e distribuição de água assim como a coleta e descarte do esgoto da cidade, devido à falta de planejamento e de investimentos das gestões anteriores, somado ao crescimento de novos bairros e aumento da densidade demográfica que ocorreu ao longo dos anos em nossa cidade.

Todo processo deste projeto piloto é executado segundo os especialistas de forma a atender as regulamentações e leis ambientais como um todo.

Na pauta da reunião também foram avaliadas as formas corretas da destinação de todo lixo doméstico, onde esse material será submetido à separação das partes recicláveis para um máximo aproveitamento e a parte não reciclável, que hoje é enviada em grande quantidade para o aterro sanitário. O que segue hoje para o aterro será reduzido de forma significativa.

O aterro sanitário atualmente vem passando por obras de adequações na sua estrutura física para atender toda a demanda, como rege as cláusulas dos contratos e convênios firmados durante as gestões anteriores entre o município de São Simão e a FUNASA, (Fundação Nacional da Saúde, Governo Federal), ou seja, tais obras não foram realizadas em sua época correta, e hoje, o município tem a obrigação contratual de realiza-las para que se tenha os descartes, tanto de resíduos sólidos quanto a parte de chorume (parte líquida) da decomposição dos aterros sanitários, de forma adequada conforme a leis de preservação ambientais.

Depois da reunião no Gabinete, os integrantes saíram em comitiva para conhecerem in loco o sistema de água com todos seus poços de captação, o depósitos de distribuição, começando pela Av Goiás com Rua 56, com capacidade máxima de 600 m³ (seiscentos mil litros); foi apresentado a estação de bombeamento de esgoto que fica situado no final Av do Lago; foram também até a lagoa de decantação e tratamento de esgoto próximo onde antes já foi a lavoura comunitária; foram até os poços de captação de água e caixa de reunião dos poços, do poço nº 1 até poço semi-artesiano nº 8, nas proximidades da Av Minas Gerais com Avenida do Lago; de lá dirigiram-se até o aterro sanitário em funcionamento na nossa cidade, onde puderam constatar todas as informações levantadas, assim como visualizar as adequações que estão sendo realizadas; em seguida, o depósito distribuidor da Rua 20 que tem capacidade de 300m³ (trezentos mil litros); finalizando a visita no depósito distribuidor da Rua 74 que tem na sua capacidade máxima 1.300m³ (um milhão e trezentos mil litros), depósito distribuidor no Setor Aeroporto.

“É importante buscar todas as possibilidades para que juntos possamos escolher o que realmente venha a nos trazer qualidade de serviços prestados, tanto na parte de água e esgoto quanto na coleta e descarte adequado dos resíduos sólidos em nosso município, pois o desenvolvimento e geração de empregos dependem muito destes serviços, e é por isso que estamos trabalhando não somente eu como prefeito, mas o vice prefeito Dr Wallisson, Secretário Wilson, Lourival e toda equipe envolvida no processo para que São Simão tenha qualidade e quantidade necessária nos serviços de água e esgoto, pois acredito ser o desejo da população”, agradeceu a presença de todos e finalizou o prefeito Ibinho.

Você pode gostar...