Escola Cora Coralina, uma das mais tradicionais do Município, está recebendo R$700 mil em obras de reforma e ampliação

Em continuidade ao trabalho de melhorias na estrutura física das unidades de ensino municipais, a prefeitura de São Simão, por meio da Secretaria da Educação e com recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), iniciou na segunda quinzena de dezembro, as obras de ampliação e reforma da Escola Cora Coralina.

Localizada no Residencial Cemig, a unidade de ensino, anteriormente, nominada de Escola de 1º Grau das Obras de São Simão, foi construída pela Cemig, na década de 70, para acolher apenas os filhos dos funcionários da UHE São Simão, o que faz da Escola uma das mais tradicionais do Município.

Acompanhando todo o trabalho de perto, os secretários da Educação e Infraestrutura, Divino Nogueira e Augustinho Maurício da Silva, respectivamente, em recente visita ao prédio, destacaram que todo o telhado está sendo trocado, assim como a maior parte do madeiramento.

“O pátio coberto também está sendo reformado, assim como todos os banheiros. A Escola também receberá pintura nova em todas as salas e a instalação elétrica e hidráulica será toda substituída”, afirmou o secretário Augustinho.

Para o secretário e Gestor do Fundeb, Divino Nogueira, manutenções e adequações na infraestrutura da rede municipal de ensino, são metas que estão sendo concluídas, para oferecer aos alunos um ambiente agradável. “Estas melhorias refletem positivamente na aprendizagem de nossos alunos e estenderemos as melhorias às demais unidades de ensino do município. A administração municipal está trabalhando para oferecer aos nossos alunos, além de um ensino de qualidade, instalações que ofereçam conforto e qualidade, melhorando os espaços, deixando-os adequados”, destaca.

Estas ações fazem parte do programa Escola Nova e compõe um dos pilares da missão da Secretaria da Educação, que visa oferecer equipamentos públicos de qualidade aos munícipes. Também já receberam melhorias as escolas Antônio Eustáquio da Silveira e José Porfírio Nogueira, além do Cemei Ester Giordani.

A empresa vencedora da licitação foi a G.C. Construtora EIRELI ME e tem 120 dias para concluir todo o trabalho.

Segundo o secretário Divino, as obras não impedem o andamento do calendário escolar, uma vez que, a  Secretaria de Educação distribuirá, provisoriamente, os alunos em  escolas  estaduais, em salas que não serão usadas.

Você pode gostar...