Em reunião na FUNASA, Ibinho consegue mais prazo para reestruturação no aterro sanitário e cidade pode, ainda, receber mais de meio milhão para concluir obra

Em encontro ocorrido na manhã desta terça-feira (24), na sede da Fundação Nacional de Saúde, com a Superintendente da Funasa em Goiás Marcia Freire, o prefeito Ibinho confirmou que em pauta foi discutida, mais uma vez, a situação do convênio nº 0447/2011, celebrado há quase seis anos entre a municipalidade e a Fundação Nacional de Saúde (FUNASA), para a reestruturação do Sistema de Tratamento de Resíduos Sólidos Urbanos (aterro sanitário) e para Aquisição de Veículos e Equipamentos.

De acordo com o prefeito, o valor do convênio é de R$ 1.959.000,00 (Um milhão e novecentos e cinquenta e nove mil reais) e está com seu prazo de vigência chegando ao fim.

“Assinado em 2012, apenas parte do contrato foi cumprido pelos gestores anteriores. Essa situação colocou em risco o munícipio de São Simão na eminente possibilidade de ter que devolver o valor corrigido do convênio, o que acarretaria num enorme prejuízo ao nosso município”, explicou Ibinho.

Segundo a prefeitura, através do convênio foram adquiridos dois caminhões coletores de lixo, um caminhão para coleta seletiva, uma balança, um trator de esteira (recebido todo desmontado) e a construção de dois galpões no aterro sanitário.

A abertura de novas trincheiras, que deveriam ter sido feitas para acomodar o lixo, não aconteceram, ocasionando um sério problema.

Na busca de uma solução para o problema, a administração municipal iniciou em julho do ano passado, uma corrida contra o tempo para “provar” para a FUNASA que poderia cumprir com um novo acordo.

“Com esse problema, solicitamos no ano passado a sensibilidade da Funasa no sentido de permitir que colocássemos o convênio em situação regular e, posteriormente, receber o restante do recurso que se encontrara bloqueado devido ao abandono em que se encontravam as obras do aterro sanitário. Atendendo ao nosso apelo, foi nos permitido dar prosseguimento a obra. Essa continuidade concedida se deu como contrapartida do município em sinal de boa fé em concluir o convênio. E hoje, estivemos apresentando o andamento das obras e um balanço do que já foi concluído. Quero aqui na oportunidade agradecer a Superintendente Marcia Freire, por sua sensibilidade e vontade de ajudar o município para que não viéssemos arcar com tamanho prejuízo aos cofres da prefeitura, devido à falta de comprometimento do passado”, ressaltou o prefeito.

Ibinho afirmou que a prefeitura recebeu o parecer favorável pela liberação da última parcela do convênio no valor de aproximadamente R$ 560 mil, que serão em breve liberados, após a avaliação dos técnicos do setor de engenharia da Funasa.

Acompanhou o prefeito, o Gestor de Convênios, Wilker Furtado e, o Controlador Interno, José Humberto.

Você pode gostar...