CAPS I Florescer realiza o 1º Dia de Convivência “Saudando a Vida”

O 1º Dia de Convivência “Saudando a Vida” oferecido pelo Centro de Atenção Psicossocial CAPS I Florescer, tornou-se uma oportunidade ímpar para o desenvolvimento e integração dos usuários no seu meio de convivência e conscientizar a todos sobre o mês de prevenção ao suicídio “Setembro Amarelo”. Esse é sem dúvida um dos passos iniciais da construção de uma nova visão da sociedade para com as pessoas que necessitam do nosso cuidado diário, falar é a melhor opção, seja solidário.

Setembro Amarelo é uma campanha brasileira de prevenção ao suicídio, iniciada em 2015 em Brasília. É uma iniciativa do Centro de Valorização da Vida (CVV), do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP). O mês de setembro foi escolhido para a campanha porque internacionalmente o dia 10 de setembro é o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio por iniciativa da International Association for Suicide Prevention. A ideia é promover eventos que abram espaço para debates sobre suicídio e divulgar o tema alertando a população sobre a importância de sua discussão.

No Brasil, o suicídio é considerado um problema de saúde pública e sua ocorrência tem aumentado entre jovens. De acordo com números oficiais, 32 brasileiros se matam por dia em média, sendo essa uma taxa maior do que a de vítimas de AIDS e da maioria dos tipos de câncer.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), o suicídio tem prevenção em 90 por cento dos casos.

Pensando nisso, o Centro de Atenção Psicossocial CAPS I Florescer, no dia 05 de setembro de 2018 deu início a campanha com uma manhã recheada de motivos para saudar a vida, com a realização de exposição dos artesanatos confeccionados no CAPS, varal de fotos com momentos felizes da equipe e seus usuários, apresentação cultural com o bailarino e instrutor Leonardo Luiz do Centro Cultural Iara de Almeida com a coreografia “Improviso”, karaokê com a equipe e usuários, rodas de conversa e um delicioso almoço com apresentação surpresa do Cantor Lincio Silva.

Segunda a coordenadora Ana Flávia Mororó o evento teve o intuito não só de falar sobre a campanha de prevenção Setembro Amarelo, mas também proporcionar aos usuários do serviço um momento agradável e uma comemoração da vida.

“A saúde mental não diz respeito apenas a tomar uma medicação, ir ao médico ou psicólogo, ela está numa boa conversa, na prática de um exercício físico, na música e em momentos agradáveis, ou seja, realizar uma atividade que lhe proporcione saúde mental”, explicou a psicóloga Ana Flávia Mororó.

Estavam presentes no evento a equipe do CAPS, Ana Flávia Mororó coordenadora e psicóloga, Simone Ramos psicopedagoga, Valéria Gomes enfermeira, Carolina Gaspar técnica de enfermagem, Eliane Muniz Artesã, Roberta Leão psicóloga, Edlamar Avelino pedagoga, Alessandra Migueis Médica, Ricardo Castro Motorista, Jadilson Ferreira Segurança, Fernando Souza Auxiliar Administrativo. A equipe do CRAS, Daiane Domingues Coordenadora do CRAS, Ana Carolina Queiroz assistente social, David Jesen psicólogo. A coordenadora do CREAS Juliana Caetano. Representando o secretário de saúde José Fernandes estavam presentes, Simone Martins e Vilma Carvalho assistente social da secretaria de saúde.

Você pode gostar...