18 de maio: Caminhada pede o fim do abuso e da exploração de crianças e adolescentes

Hoje, 18 de maio, é o Dia Nacional de Combate ao Abuso e a Exploração Sexual Contra Crianças e Adolescentes, e em celebração à data e com o slogan ““Faça Bonito – Proteja Nossas Crianças e Adolescentes”, foi realizado na manhã desta quarta (18), uma caminhada, que contou com dezenas de alunos das redes municipal e estadual de ensino.

A ação, promovida pelo Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) em parceria com a Prefeitura Municipal, Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, Secretaria da Educação, CRAS e Conselho Tutelar, teve como objetivo mobilizar, sensibilizar, informar e conscientizar toda a sociedade, convocando a participar da luta em defesa dos direitos das crianças e adolescentes.

A passeata teve início em frente ao Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, percorrendo as Avenidas Goiás e Brasil até a Praça Central Júlio Bernardes de Oliveira, onde houve apresentações culturais diversas e distribuição de algodão-doce e pipoca para a criançada.

Diversos cartazes e faixas foram elaborados e conduzidos por crianças e adolescentes com mensagens que pediam o fim da exploração e mobilizando a população a denunciar.

A Coordenadora do CREAS, Juliana Caetano, destacou que a campanha busca proteger e informar as crianças e adolescentes alertando-as para importância de se denunciar.

“Foi mais uma ação para mobilizar a população contra este tipo de violência que tanto afeta nossas crianças”, disse.

A caminhada foi encerrada com o plantio simbólico de várias flores amarelas, de papel. A flor amarela é o símbolo da campanha, que é uma lembrança dos desenhos da primeira infância, além de associar a fragilidade da mesma com a de uma criança.

Marcou presença na solenidade o Presidente da Câmara Municipal, Adriano Pimenta; o vereador Kebinha; os secretários Adriana Floriano (Desenvolvimento Social), José Fernandes Faria (Saúde), Wilson Pimenta (Administração), Danilla Soares (Turismo) e Divino Nogueira (Educação); a Coordenadora do CREAS, Juliana Caetano; a Presidente do Conselho Tutelar, Helena Maria Silva Borges; a Coordenadora do CRAS, Daiane Domingues; a Coordenadora e Psicóloga do CAPS, Ana Flávia Mororó e o Superintendente de Cultura, Paulo Lima.

 

Onde denunciar

Para denunciar, dirija-se ao Conselho Tutelar, na Avenida Brasil, 126, ou então por meio do disque-denúncia: (64) 3658-3447 ou no CREAS, na Rua 24, Qd. 06, Lt. 05, Setor Mutirão II, fone (64) 3658-1429.

Você pode gostar...